Liturgia Diaria

Dia 18 de Junho - Domingo XI DOMINGO DO TEMPO COMUM (Verde, Glória, Creio – III Semana do Saltério)

18 de Junho de 2017

 

Leitura (Êxodo 19,2-6)

 

Leitura do livro do Êxodo.
Naqueles dias, os israelitas, 19 2 Partindo de Rafidim, chegaram ao deserto do Sinai, onde acamparam. Israel acampou ali, diante da montanha, 3 enquanto Moisés subiu ao encontro de Deus. O Senhor o chamou do alto da montanha e disse: “Assim deverás falar à casa de Jacó e anunciar aos israelitas:
4 Vistes o que fiz aos egípcios,e como vos levei sobre asas de águia
e vos trouxe a mim.
5 Agora, se realmente ouvirdes minha voz e guardardes a minha aliança,
sereis para mim a porção escolhida entre todos os povos.
Na realidade é minha toda a terra, 6 mas vós sereis para mim um reino de
sacerdotes e uma nação santa. São essas as palavras que deverás dizer
aos israelitas”.
Palavra do Senhor.

 

Salmo Responsorial 99/100

 

Nós somos o povo e rebanho do Senhor.
 
Aclamai o Senhor, ó terra inteira,
servi ao Senhor com alegria,
Ide a ele, cantando jubilosos!
 
Sabei que o Senhor, só ele, é Deus,
ele mesmo nos fez, e somos seus,
Nós somos seu povo e seu rebanho.
 
Sim, é bom o Senhor e nosso Deus,
sua bondade perdura para sempre,
Seu amor é fiel eternamente!

 

Leitura (Romanos 5,6-11)

 

Leitura da carta de são Paulo aos Romanos.
6 Com efeito, quando éramos ainda fracos, foi então, no devido tempo, que Cristo morreu pelos ímpios. 7 Dificilmente alguém morrerá por um justo; por uma pessoa muito boa, talvez alguém se anime a morrer. 8 Pois bem, a prova de que Deus nos ama é que Cristo morreu por nós, quando éramos ainda pecadores. 9 Muito mais agora que já estamos justificados pelo sangue de Cristo, seremos salvos da ira, por ele. 10 Se, quando éramos inimigos de Deus, fomos reconcilia­dos com ele pela morte de seu Filho, quanto mais agora, estando já reconciliados, se­remos­ salvos por sua vida! 11 Ainda mais: nós nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo. É por ele que, já desde o tempo presente, recebemos a reconciliação.
Palavra do Senhor.

 

Evangelho (Mateus 9,36-10,8)

Aleluia, aleluia, aleluia.
O reino do céu está perto! Convertei-vos, irmãos, é preciso! Crede todos no evangelho! (Mc 1,15)

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
Naquele tempo, 9 36 ao ver as multidões, Jesus encheu-se de compaixão por elas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse aos discípulos: 37 “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. 38 Pedi, pois, ao Senhor da colheita que envie trabalhadores para sua colheita!”
10 1 Chamando os doze discípulos, Jesus deu-lhes poder para expulsar os espíritos impuros e curar todo tipo de doença e de enfermidade.
2 Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e depois André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João; 3 Filipe e Bartolomeu; To­mé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Al­feu, e Tadeu; 4Simão, o cananeu, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus.

5 Jesus enviou esses doze, com as seguintes­ recomendações: “Não deveis ir aos territó­rios dos pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos! 6 Ide, antes, às ovelhas perdidas­ da casa de Israel! 7 No vosso caminho, pro­clamai: ‘O Reino dos Céus está próximo’. 8 Cu­rai doentes, ressuscitai mortos, puri­ficai leprosos, expulsai demônios. De graça re­ce­bestes, de graça deveis dar!
Palavra da Salvação.

 

Comentário ao Evangelho

A GRANDEZA DA MESSE


            A contemplação das multidões cansadas e abatidas, semelhantes a ovelhas sem pastor, permitiu a Jesus constatar a vastidão do trabalho evangelizador a ser levado a cabo. Recorrendo a uma metáfora tirada do ambiente agrícola, ele constatou que "o campo semeado é imenso e está a ponto de ser ceifado. Mas faltam operários para fazer a colheita". Qual seria o sentido desta declaração?
            No processo de evangelização, existe um trabalho prévio, independente da ação do evangelizador. É a ação divina no coração humano, predispondo-o para acolher a mensagem da salvação. Sem este trabalho prévio, fica inviabilizada qualquer tentativa de fazer o Reino frutificar na vida de quem escuta a Palavra.
            A percepção de Jesus ia muito além da multidão que tinha diante de si. A imensidão da seara abarcava todos quantos ansiavam pela chegada do Reino de Deus e eram vítimas de falsos messias. A experiência de terem sido enganadas levava as pessoas ao desânimo, fazendo-as perder as esperanças, ou as fazia passar de messias em messias, sem encontrarem uma palavra que as satisfizesse.
            Urgia que operários zelosos e fiéis se pusessem à disposição do Pai, como seus colaboradores, para levar a cabo a obra divina no coração da humanidade sedenta de salvação. Os apóstolos de Jesus somar-se-iam ao número dos servidores do Reino.

 


 

Oração
Pai, toma-me como teu servidor e transforma-me em colaborador de tua obra em favor de humanidade sedenta de salvação.

 


 

(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)


 

 

Fonte: http://www.domtotal.com

 

 

Netmidia - Soluções Digitais©2014 - Todos os direitos Reservados a Diocese de Ji-Paraná
Fone: (69) 3416-4203 / 3416-4210
Av. Marechal Rondon, 400 - Centro - Ji-Paraná / RO - CEP: 76900-036
E-mail: informatica@diocesedejiparana.org.br